Índice de Artigos

As colônias Centrais

 
As colônias centrais na América continham a maior mistura de povos e crenças de todos os assentamentos no Novo Mundo. Incluía grupos como Holandeses reformadores, Quakers Ingleses, Luteranos Alemães reformados, Menonitas, Dunkers, Schwenkfelders, Batistas Welsh, Luteranos Alemães, Moravianos e Presbiterianos da linha escocesa/ irlandesa. Em adição, havia povoamentos católicos romanos em Maryland e Deleware. A atração destes territórios era devido à tolerância religiosa derivada de razões teológicas e práticas.
 
William Penn, fundador da Pensilvânia em 1681, tinha fortes convicções concernentes aos direitos individuais. Ele mantinha que a perseguição era um pecado contra Deus, pois atentava contra a luz interior (doutrina chave dos Quaquers) e contra a graça divina, em seu documento "A forma de governo da província da Pensilvânia na América", continha provisões para a liberdade religiosa. Mas não era uma liberdade total, pois discriminava descrentes e guardadores do sábado.